A categoria de TVs 8K (resolução de 7.680×4.320 pixels) deve fechar este ano com 9% do mercado mundial acima de 60 polegadas. Mas irá crescer muito mais nos próximos quatro anos, a uma média de 55,5%. É o que revela pesquisa divulgada pela consultoria Markets&Markets, sediada na Índia, que analisa diversos segmentos da indústria. Pelos dados apurados, a categoria 8K ainda é um nicho do mercado internacional de TVs residenciais e displays de uso comercial, com receitas de US$ 2,9 bilhões em 2019. Mas a demanda crescente por telas grandes e resoluções mais altas fará esse total subir para US$ 26,8 bilhões até 2024, dizem os pesquisadores, que trabalham com informações fornecidas por vários segmentos da indústria.

Entre os fatores responsáveis por essa expansão a consultoria inclui os financiamentos governamentais de países como China, Japão e Coreia do Sul para estimular o desenvolvimento da tecnologia 8K. Os japoneses contam com a realização da Olimpíada de Tóquio, que deveria ter acontecido este ano mas foi adiada para 2021 devido à pandemia. A emissora estatal NHK lidera os avanços na implantação do padrão 8K de transmissão, via cabo, e já mantém no ar um canal totalmente dedicado.

Uma das preocupações é melhorar a infraestrutura de distribuição de sinais 8K, que consomem 16 vezes mais banda do que as redes atuais Full-HD. Para isso, o governo japonês também ordenou urgência na implantação de redes 5G, já disponíveis na Coreia, EUA e alguns países europeus. Para ver os detalhes da pesquisa, este é o link.

FONTE: Markets&Marrkets